7ª Imersão em Dança Contemporânea

Juliana Moraes

 é bailarina, coreógrafa, curadora e professora. Doutora e bacharel em Dança pela UNICAMP,

mestre e especialista pelo Laban Centre de Londres. Professora do curso de Artes Visuais da

Faculdade Belas Artes (SP) desde 2005. 
Fundou e dirigiu a Cia Perdida entre 2008 e 2013. Entre solos e duetos, destacam-se 3 tempos

num quarto sem lembrança; 
Na dobra do tempo, solo especialmente coreografado para a bailarina Lavínia Bizzotto; e Um corpo do qual se desconfia, 
performance criada em parceria com Anderson Gouvêa para o Programa Rumos Dança 2007.
Recentemente, estreiou o solo Desmonte (SESC Belenzinho, abril de 2015) e a instalação coreográfica Claro Escuro 
(produzida especialmente para o 19 Cultura Inglesa Festival, em junho de 2015). Possui extenso trabalho na área de 
curadoria, tendo participado do corpo curatorial do Festival Cultura Inglesa nos anos de 2008, 2009, 2010 e 2012, do evento 
Novos coreógrafos: site specific, do Centro Cultural São Paulo em 2010 e 2014, e da curadoria das performances na 
SP-Arte e no Festival Verbo/Galeria Vermelho em 2015. Professora convidada do bacharelado em Teatro Físico da Scuola Teatro Dimitri, 
na Suíça, onde leciona nos meses de janeiro desde 2010 e mantém parceria com a companhia Herdeg-Desponds. Entre prêmios e
 bolsas destacam-se APCA, Cultura Inglesa Festivais 2005, 2007 e 2015, Bolsa Vitae, Danceweb Scholarship Program,
Unesco-Aschberg Bursaries for Artists e Aperfeiçoamento em Artes no Exterior/CAPES.

 

 

 

Jussara Miller

Bailarina, coreógrafa, diretora e educadora somática. É graduada, mestre e doutora em Dança pela Universidade Estadual 
de Campinas/SP – UNICAMP. Em 1988 iniciou sua pesquisa sobre o movimento consciente, tendo como professores:
 Klauss Vianna e seu filho Rainer Vianna.Posteriormente foi professora da Escola Klauss Vianna, em São Paulo e 
diretora/coreógrafa/bailarina da “Cia de Dança Quase Mudo” (1994-1999). Foi idealizadora e curadora dos eventos de Dança:
 “Ciclo Klauss Vianna-2002” e Festival CPFL de Dança Contemporânea “Klauss Vianna-2005”, ambos realizados em Campinas/SP.
É diretora/fundadora e professora do Salão do Movimento, um espaço de pesquisa e criação em Dança e Educação Somática que, 
desde 2001, proporciona atividades que têm como foco a reflexão do corpo e o estudo do movimento, direcionado a adultos e crianças.
É autora dos livros:
A Escuta do Corpo – Sistematização da Técnica Klauss Vianna. São Paulo: Summus, 2007.
Qual é o corpo que dança? Dança e Educação Somática para adultos e crianças”. São Paulo: Summus, 2012.
Ministradas aulas no Salão do Movimento e  foi professora (PED) do Curso de Graduação em Dança da UNICAMP  de 2003 a 2011.  
É docente do Curso de Especialização na Técnica Klauss Vianna, na Puc-SP. (Pós Graduação Lato Sensu).
É bailarina-criadora de vários solos autorais contemplados pelo Proac. Recebeu o "Prêmio de Dança Denilto Gomes 2015"
 pela coreografia do solo Nada Pode Tudo e foi indicada ao "Prêmio Governador do Estado de São Paulo – Dança 2015"

 

Marina Caron

Possui graduação (Bacharelado e Licenciatura) em Dança pela Universidade Estadual de Campinas (1997). 
Fez Especialização em Dança na London Contemporary Dance School (LCDS) at The Place em Londres(2002/2003). 
Foi bolsista da Capes/Mec programa APARTES para fazer esse curso da Universidade de Kent. 
É professora de Expressão corporal no Teatro Escola Célia Helena (TECH) desde 2004. 
Atuou como criadora e diretora de dança e teatro junto ao Estúdio Nova Dança e 
a Cia.Oito Nova Dança de 1998 a 2011. 
Atualmente é integrante do núcleo Arremesso de artes. Faz preparação corporal para bailarinos e atores desde 2004. 
Tem experiência na área de Artes, com ênfase em dança, dança teatro, performance.

 

 2014 por Estúdio em Cena Escola de Dança

  • Facebook Clean