4ª Imersão em Dança Contemporânea

Alexandre Alvez

Atua como criador – bailarino, intérprete, educador físico, pesquisador em dança e produtor cultual. 

Atualmente é professor e coreógrafo da Studio A Companhia de Dança - Vinhedo/SP, Complexo Royale - Limeira/SP e diretor e coreógrafo da Márcia Delmondes companhia de dança – Ribeirão Preto/SP, com o espetáculo “Apenas dez minutos”.

Recentemente, Alexandre estudou concepção coreográfica e interpretação cênica com as Cias. Tanztheater staatstheater-darmstadt e Company Liga, 

em Swiss, na Alemanha, ao lado de profissionais como Johann Kresnik, Katarzyna Gdaniec e Marco Cantalupo.

O artista possui uma carreira extensa. Possui formação acadêmica em Educação Física (Licenciatura Plena), pela Universidade de 

Ribeirão Preto (UNAERP), e Formação Técnica Profissional em Ballet Clássico, pela Lina Penteado, de Campinas/SP. 

Estudou e trabalhou ao lado de profissionais consagrados, entre os quais: Ana Verônica Coutinho, Anselmo Zolla, Armando Morais, Daniela Gati, Edson Fernandes, Erika Novachi, Felipe Chepaskssof, Fernandes Nascimento, Fernando Martins, Henrique Rodovalho, Holly Cavrell, Ivonicie Satie, 

Johann Kresnik , Jorge Garcia, João Pirahy, Katarzyna Gdaniec Liliane Grammont, Luciana Junqueira, Luiz Fernando Bongiovannie, Marco Cantalupo, Mauricio de Oliveira, Neide Rossi, Paty Brow, Renata Celidonio, Sacha Svetloff, Sandro Boreli, Sonia Motta, Susana Yamauchi, Tíndaro Silvano,

Vivien Fortes e Zeca Rodrigues. 

Como arte-educador, trabalhou nos seguintes grupos e companhias: 

Tabalhou nas seguintes Companhias, Distrito Cia de Dança de Ribeirão Preto/SP,  Lina Penteado Cia de Dança de Campinas/SP e Ribeirão Preto Cia de Dança de Ribeirão Preto/SP Entre os projetos culturais contemplados, destacam-se os incentivos recebidos pela Ribeirão Preto Cia de Dança, via Lei Rouanet (Lei nº 8.313) no período de 2008 a 2011, da qual é fundador e atuou como diretor, produtor e bailarino até 2010 e a Studio A Companhia de Dança em 2012, tambem pela Lei Rouanet.

 

João Pirahy

Bailarino interprete, professor e criador-interprete de dança contemporânea.
Brasileiro Paulista natural de São Caetano do Sul.
Experiências Profissionais
- Raça Cia de dança de São Paulo 
( Roseli Rodrigues)
-C.D.A Cia de Dança do Amazonas 
( Ivonice Satie)
-B.T.C.A. Balé do Tetro Castro Alves Bahia
( Antonio Carlos Cardoso)
-Distrito Cia da Dança em Ribeirao Preto
 Paty Brow)
-Cia Corpos Nomades São Paulo( Joâo Andreazzi)
- Coletivo de Sonhos (João Pirahy) 
Participou de turnês Nacionais e  internacionais em Paises como Argentina, Alemanha, Portugal, Italia, Austria, Israel, Inglaterra e França.
Atualmente desenvolve trabalho de pesquisa em dança contemporanea como diretor do grupo Coletivo de Sonhos,  trabalhandando  a dramaturgia do corpo e composiçao coreografica, a qual possui como 
uma das grandes caracteristicas o uso da gravidade como uma força, visa trabalhar o alinhamento, queda, recuperaçao e rebote e através da Improvização permitindo reconhecer na percepção do corpo particular 
as funções dos diferentes vocábulos e as especificidades de suas articulações no corpo do homem na contemporaneidade.Ministra aulas em Estudios em Sao Paulo, e  como convidado em Festivais e Seminarios.

 

Luiz Bongiovanni

Desde que voltou ao Brasil em 2004, após 10 anos de trabalho como bailarino profissional na Europa 

(ZürcherBalllet, Scapino Ballet Rotterdam, GoteborgsOperan, Cullberg Ballet)

trabalhou como coreógrafo, professor, coordenador de oficinas e diretor. 

Na maior parte das vezes trabalhou com companhias oficiais como o Balé do Teatro Guaíra, 

Balé da Cidade de Niterói, o Balé Jovem do Teatro Municipal de São Paulo e o Balé da Cidade de São Paulo onde além de coreógrafo convidado exerceu funções de assistente de coreografia e Diretor Assistente.

Vem desenvolvendo seu trabalho de Improvisação e Composição também no âmbito universitário, 

na UNICAMP onde trabalhou por dois períodos, como artista residente e professor especialista 

convidado, e na Anhembi-Morumbi como professor de curso de extensão.

Junto ao Teatro Municipal de São Paulo trabalhou como coreógrafo na montagem das Óperas 

Sansão e Dalila, Ariadne em Naxos e O Menino e os Sortilégios.

Ao longo deste tempo recebeu prêmios (Braços e Pernas pela Cidade - CCSP ; 

Prêmio Design IAB por Cenografia), foi curador de editais 

(Fomento à Dança da prefeitura de São Paulo e Site Specific do Centro Cultural São Paulo) e 

coordenador de projetos em entidades convidadas 

(Fundação Cultural de Curitiba - Casa Hoffman, Balé Bolshoi do Brasil, 

Oficina Cultural Oswald de Andrade, Centro Cultural da Juventude, etc.).

É diretor e coreógrafo do Núcleo Mercearia de Idéias, grupo de pesquisa em dança 

contemporânea, contemplado com prêmios da Secretaria Estadual de Cultura e da Funarte.

No momento, além da pesquisa com o Mercearia de Idéias, finaliza um trabalho para o 

São Paulo Companhia de Dança que estréia dia 20 de junho, faz a pesquisa para uma ópera do 

Teatro Municipal e conduz uma Residência Coreográfica na Funarte.

 

Morena Nascimento

Bailarina e coreógrafa.

Desenvolve seu trabalho como intérprete e como criadora através de parcerias com artistas de diversas linguagens, desde 1998. Integrou de 2007 a 2010 o Tanztheater Wuppertal Pina Bausch, 
cia com a qual continua contribuindo artisticamente como bailarina convidada.
Atualmente vive entre Brasil e Alemanha, combinando seu trabalho autoral em dança na cidade de 
São Paulo com sua agenda na companhia na Alemanha.
Atuou em filme de homenagem a Pina Bausch sob direçao de Wim Wenders.
Graduou-se em 2001 pela Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, no curso de Artes 
Corporais, onde mais tarde atuou como professora convidada, entre agosto de 2010 e junho de
2011. Trabalhou com coreógrafos internacionais como Susanne Link (Alemanha), 
Mark Scieszkarek (Irlanda), Rodolfo Leoni (Brasil) e Chikako Kaido (Japão). Cursou a Folkwang
Hochschule, em Essen, Alemanha, de 2006 a 2008 sob supervisão de Dominique Mercy, 
Malou Airadou e Lutz Föster. No Brasil atuou em espetáculos dirigidos por Jose Possi Neto, 
Marcio Aurélio, Arto Lindsay, Guga Stroeter e Gisela Moreau. Trabalhou com diversos 
coreógrafos e artistas brasileiros, dentre eles: Lara Pinheiro, Jorge Garcia, Ana Vitória, 
Holly Cavrell, Tuca Pinheiro, Dududde Hermann, Edith Derdyk, Natalia Mallo, entre outros.Integrou 
o 1° Ato Grupo de Danca, de Belo Horizonte, sob direçao de Suely Machado de 2001 a 2004.
Em 1999 passou 3 meses na cidade de Nova York frequentando aulas de dança em importantes 
centros como Limón Institute, Alvin Ailey School, ZVI Gotheiner e Dance Space Center.
Desde 2001 realiza seu trabalho autoral com diversas parcerias artísticas se apresentando nos 
principais festivais e eventos de danca do Brasil. Dentre seus principais trabalhos autorais estão: 
"Clarabóia" e “Estudos para Clarabóia”- 2010/2012 (Parceria com Andréia Yonashiro –subsidiado 
pelo Programa Municipal de Fomento à Dança da cidade de São Paulo),
"Um Diálogo entre Danca e Música" - 2010(Parceria com o pianista Benjamim Taubkin), 
"Sexo, Amor e Outros Acidentes" - 2004 (prêmio APCA 2005 melhor criação e interpretação); 
"Quase Ela - 3 momentos de saudade" - 2008(espetáculo convidado pela Bienal Sesc de Danca 
2009, posteriormente apresentado em outros palcos brasileiros); 
"2 em super 8" - 2003 (duo de dança em parceria com Fábio Dornas e Marcelo Poletto que fez 
parte da programação do Rumos Itaú Cultural no ano 2004).

 

 2014 por Estúdio em Cena Escola de Dança

  • Facebook Clean